Home / Curiosidades do Mundo / Ciclone? Nova tempestade subtropical ou tropical vem aí

Ciclone? Nova tempestade subtropical ou tropical vem aí


 

Que isso é raro, sim, é um fenômeno raro de se ocorrer na América do Sul. A história dos monitoramentos climático-meteorológicos mostra que esses eventos são difíceis de ocorrer [NO ATLÂNTICO SUL] devido a uma série de fatores, como: a ausência de sistemas profundos e persistentes de baixa pressão atmosférica, a temperatura mais elevada da água e ao cisalhamento do vento em altitude. Sistemas de baixa pressão, as quais se tornaram tempestades (tropicais ou subtropicais) deixam sempre marcas de destruição por onde passam.

Modelos novos indicam uma nova ocorrência predisposta no Oceano Atlântico Sul, próximo ao Sul/Sudeste do Brasil. Meteorologistas de órgãos oficiais como Cptec/Inpe e Inmet consultados afirmam que mesmo sobre o oceano, a nova formação merece atenção ao monitoramento, principalmente para quem reside no litoral.

Análises mostram a evolução do sistema:

1-ciclone

2-ciclone

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3-ciclone

4-ciclone

5-ciclone

6-ciclone

Os modelos numéricos, ressaltam os meteorologistas, deixam nítido o desenvolvimento da área de baixa pressão em São Paulo e com deslocamento rapidamente para sul/sudoeste, o que levaria vento forte e chuva volumosa, principalmente ao leste de Santa Catarina. Alguns modelos americanos já mostram precipitação em grande quantidade em períodos curtos. Veja o resto aqui.

18-ciclone

Caso venha a se confirmar nos próximos dias, a segunda tempestade subtropical observada em pouco mais de um mês sobre a costa brasileira em 2015 ou a primeira tempestade tropical desde “Anita”, de março de 2010, receberá o nome em Tupi-Guarani de “Cari”, que significa “homem branco”. Por enquanto, o aconselhável é manter vigilância em sites oficiais como oCPTEC e o InMet

Veja mais aqui http://climatologiageografica.com.br/ciclone-nova-tempestade-subtropical-ou-tropical-vem-ai/#ixzz3xqdVydx2





Deixe uma resposta